sexta-feira, 22 de abril de 2011

Um sorriso não custa nada...

Estava indo ao trabalho hoje e vi um senhorzinho vendendo jornais no semáforo. Eu fiquei reparando o quando ele era gentil com todos e oferecendo o seu jornal ( nota: nem era um jornal muito conhecido aqui na França) e ele sorria para todo mundo e muitas das  pessoas dentro de seus caros nem olhavam pra ele , ou fingiam que ele nao existia. Sei que temos nossos problemas, mas ser gentil com as pessoas é um dever do ser humano. Eu não aguentei e chorei todo o caminho do trabalho, não sei se de emoção por ver esse senhor tendo que trabalhar pra ganhar o "ganha pão" e sempre com o sorriso no rosto ou de tristeza por ver o quanto estamos ou somos egoistas.

Falo isso porque eu também trabalho direto com o público, sou caixa de supermecado e vejo , converso sempre com os clientes. Muitos fingem que eu nem existo outros sempre retornam no meu caixa e dizem que sou muito simpática e que é dificil de ver uma caixa sempre com o sorriso no rosto. Sabe, pouco importa quem seja, mas sempre tenho um sorriso para dar.

Temos que fazer a nossa parte nessa Terra para termo um dia um mundo melhor.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Prioridades...

Estava pensando o quanto nós nunca temos tempo para nada. Nem para conversar ou dar notícias aos amigos Eu sei, eu sei, o tempo é nós que o organizamos, mas a questão não é essa! Eu estou falando aqui de prioridades em nossas vidas. Alguns priorizam o trabalho, outros os amigos, outros a espiritualidade e assim vai... Minhas prioridades no momento são o bendito mestrado ( falo assim pois não aguento mais estudar risos) e o casamento que se aproxima. Vejo que o casamento toma mais lugar que os estudos nesse momento de nossas vidas.

Estava pensando também no passado esses dias e quantos amigos passaram em minha vida, alguns ficaram e outros se foram, mas sinto o mesmo carinho por todos. Acredito que seja pela mudança de rumo em nossas vidas, isso infliencia muito. Mas uma coisa posso dizer, EU SOU FELIZ com a graça de Deus. Só tenho o que agradecer.