sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

No café com as amigas...

Ontem estava com minhas amigas no centro e ela me deram uma ótima idéia!! Adoro a fotografia e adoro observar as pessoas para aprender mais, vou unir o útil ao agradável. Estavamos num café conversando e vimos uma senhorinha muito elegante sentada próximo de nós. Ela pediu um café para o garçon que na minha opinião já conhecia, e ela ficou olhando para for; deve ter ficado o mesmo tempo que nós, a diferença  é que ela olhava as pessoas para fora  sorria e falava "sozinha", coloquei esse sozinha entre aspas pois ela jogava as palavras para o ar, quem as escutasse responderia e a conversa estava lançada. Minha amiga respondeu algumas coisas que ela falou , mas não teve mais ninguém que o fez. Estou contando toda essa história para dizer que vejo por aqui o quanto são sozinhas as pessoas de idade. Elas saem para o mercado, por exemplo, para conversarem; é a saída do dia. Me pergunto, onde estão suas família, tenhos sempre algumas respostas. Uns dizem que os filhos estão longe e não podem vir outros estão brigados , pouco importa o motivo, temos que dar mais valor aos nossos idosos, pois vamos chegar, se tivermos sorte, na mesma situação.
PS: a senhorinha era linda de viver, com um sorriso iluminado. E que foi muito bom ter saído ontem pois estava precisando, obrigada meninas!!

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Um dia melhor...

Estava pensando hoje quantas vezes nós olhamos para nosso próximo na rua mas com um olhar de amor e não de pena. Como já disse várias vezes, eu trabalho em um supermercado e das 9h as 12h eu trabalho no caixa. Sou muito observadora e cada cliente que passa, reparo em seu comportamento, sem julga-lo, pois não sou ninguém nessa vida para julgar quem que seja. Uns são simpático pois veem que os recebo com um sorriso sincero, outros são indiferentes. Mas nunca , nunca são agressivos. Tento distribuir amor para colher amor, é muito dificil no entanto possivel! :) Tem tantas pessoas boas nesse mundo e muitas vezes só vemos o lado ruim das coisas ou do dia. Descidi que vou cuidar mais de mim para poder cuidar dos outros. Me amar para amar melhor os outros.