sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Bendito seja a dor o nervo ciàtico

Descobri que tenho problema no nervo ciàtico, uma dor que te bloqueia sem pena!! E um dos tratamentos é fazer um pouco de exercìcio e muito abdominal!! Mas me pergunto, como fazer exescìcios se doi!! Ñão posso nem me mexer hoje e tenho que trabalhar. Vou sem nenhum problema , tento esquecer a dor e seguir meu caminho. Acho que foi o frio e o peso. Se vocês se lembram, eu trabalho em uma empresa de materal de construção, decoração e jardinagem, eu falo para os clientes de NAO COLOCAR O MATERIAL NA ESTEIRA QUE O SCAN é BEM GRANDE E ALCANçA o carrinho!! Mas adivinhem o que eles fazem ??? Isso mesmo!! colocam latas de 25kg na esteira que nao é rolante!! saco de cimento!! e outras coisas!! Tudo bem!! acho que deve ser a lingua mesmo, eles não me entendem!! Desculpe o desabafo. Estava precisando!! Graças ao bom Deus hoje faz um lindo dia de sol :) Não vou deixar a dor me dominar!!
A titulo de curiosidade :
Diagnóstico da Dor do Nervo Ciático
O exame médico inclui o histórico médico do paciente, uma revisão dos medicamentos atuais, um exame físico e neurológico e, se garantido, raios-x, tomografia computadorizada e/ou ressonância magnética. Um diagnóstico apropriado requer uma análise da dor do paciente. Geralmente, é fornecido ao paciente um Diagrama da Dor para ilustrar a sensação e distribuição da dor (por ex., dormência e queimação). As perguntas do médico podem incluir: • "Como a dor começou?"• "Numa escala de 1 a 10, sendo que 10 representa a pior dor que se possa imaginar, classifique a sua dor."• "A dor piora se você sobe ou desce uma ladeira?"• "Como a dor afeta suas atividades diárias?"• "Que tipo de tratamento foi tentado e o que surtiu algum efeito?" Observa-se a extensão do movimento do paciente. Testa-se os reflexos e a força muscular. O médico pode usar um ou mais testes de movimento para determinar a fonte ou causa da dor.
Tratamento e Recuperação Tratamento Não-Cirúrgico A dor no nervo ciático geralmente responde bem a formas não operativas de tratamento e dificilmente há indicação cirúrgica como primeira forma de tratamento. Tempo, medicamentos antiinflamatórios não-esteróides (AINES), uso em curto prazo de medicamentos narcóticos para dor aguda, injeções lombares e fisioterapia são benéficos. Embora seja recomendado repouso na cama por um prazo curto durante a fase aguda, é bom realizar alguma atividade. Nesse contexto, "atividade" é definida como permanecer em pé por períodos de tempo que não causem dor muito forte. A prescrição de exercícios poderá incluir alongamento, caminhada e exercícios aeróbicos.

2 comentários:

Izabel disse...

Gra, na palestra de ontem, sobre a felicidade, foi dito que devemos agradecer sempre e tudo, até a dor, pois com ela aprendemos a nos respeitar os nossos limites e a respeitar os outros. E que a felicidade é o caminho, não a chegada, e se queremos um dia lindo logo pela manha ao acordar, agradecer a Deus por mais uma noite de descanço e mais dia a se seguir, com alegria, determinação desejando sempre o melhor a todos assim, também o melhor vem a nós. bjs te amo.

Izabel disse...

Graziella voce troucou as sílabas em vez de bentido, acho que voce quis dizer bendito, não é,